Gal Costa solta a voz em show e CDs

Gal Costa retorna a São Paulo com o show Todas as Coisas e Eu para mais quatro apresentações no DirecTV Music Hall. O show volta reformulado visualmente, já que a diretora Bia Lessa abriu mão de alguns recursos cênicos e investiu mais na iluminação para acentuar os climas do espetáculo. Ela vai lançar dois discos pela gravadora Trama, com produção de Cesar Camargo Mariano. Um será só com temas do trompetista americano Chet Baker. O outro, será um trabalho com músicas inéditas. Ambos, para 2005. No show, apenas quatro acompanhantes para mostrar a fase que ela própria classifica como "minimalista". Aos fãs brasileiros saudosos por ouvirem Gal interpretando músicas novas, o disco de inéditas deverá ter grande relevância. A cantora, no momento, sai em uma verdadeira cruzada para escolher e definir as músicas que gravará. "Tenho duas melodias novas que o Chico Buarque fez e deu para José Miguel Wisnik colocar a letra. Liguei para Caetano Veloso e pedi outra. Ele disse que irá compor durante sua turnê na Europa. Estou pedindo músicas aos compositores de minha geração para eles terem tempo para fazer. Moreno Veloso (filho de Caetano) também chamei. E pedi para que ele visse com o grupo que ele conhece quem tem canções para me mandar. A Trama tem contato com compositores bons e inéditos." Em um de seus recentes shows de ´Todas as Coisas e Eu´, no Rio de Janeiro, Gal recebeu um elogio que a deixou sem palavras. "Fernanda Montenegro disse que eu tenho uma teatralidade sutil. Fiquei muito feliz." Gal Costa. Hoje, às 21h30. Amanhã e sábado, 22h. Domingo, 20h. Directv (Al. dos Jamaris, 213 - Moema. Tel. 6846-6040). Preços: R$ 40 a R$ 80

Agencia Estado,

11 de novembro de 2004 | 17h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.