Funk carioca ganha destaque no mercado britânico

Nem samba, nem suas derivações. De acordo com reportagem do jornal The Guardian, o gênero que agora chega com força ao mercado britânico com rótulo de música brasileira é o funk carioca - embora nem bem seja funk e tenha por inspiração batidas saídas de Miami, nos Estados Unidos.O ritmo, que no Brasil causou polêmica por suas letras recheadas de violência e coreografias de forte conotação sexual, ganhou força nas rádios e pistas da Inglaterra a partir de um anúncio de TV embalado por Quem Que Cagüetou?, de Black Alien, Speed e Tejo. Curiosamente, Black Alien e Speed são um dupla de Niterói, e o produtor Tejo é de São Paulo.Quem Que Caguetou?, com versos sobre tiros, ameaças e delações, abre um comercial de um luxuoso veículo 4x4 da Nissan. Acabou remixada pelo DJ Fatboy Slim, que se apresentou no fim de semana no Rio, e será lançada este mês na Inglaterra com o título Follow Me Follow Me. Enquanto isso na França, também conforme o Guaradian, o clube Favela Chic está gravando seu próprio álbum de funk e espera até promover um baile funk.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.