Funeral do ex-cantor dos Bee Gess reúne amigos

Amigos e familiares do ex-cantor do Bee Gees reuniram-se ontem no funeral privado e sem música de Maurice Gibb, que contou com a participação de cerca de 200 pessoas, incluindo o cantor Michael Jackson. Maurice, que tocava teclados e baixo na banda morreu de enfarte aos 53 anos, no domingo. Ele havia sido hospitalizado três dias antes com problemas intestinais. Seus irmãos acreditam que houve erro médico no tratamento de Maurice. Autoridades médicas do Centro Médico Sinai não comentaram o caso, respaldando-se nas leis de proteção ao paciente. Um porta-voz disse ontem que o hospital vai cooperar com a família para descobrir a causa da morte de Gibb.Durante o enterro não houve comentários sobre a polêmica. Robin Gibb, um dos irmãos do trio inglês disse que o funeral foi emotivo. Os Bee Gees, formado pelos irmãos Gibb fizeram sucesso na década de 70, com canções como Stayin Alive e Night Fever do filme Embalos de Sábado à Noite. A trilha sonora contribuiu para que o filme vendesse mais de 40 milhões de cópias, tornando-se o mais vendido do mundo em 1977, A investigação sobre a morte de Gibb poderá ser divulgada na sexta-feira, segundo informação da polícia de Miami-Dade.

Agencia Estado,

16 de janeiro de 2003 | 10h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.