Frejat solta a voz em seu segundo disco-solo

O principal combustível da carreira-solo do líder do Barão Vermelho, Frejat, é uma recente parceria com o tecladista Maurício Barros - integrante da banda até 1987. Das onze faixas que compõe o segundo e recém-lançado álbum do cantor, Sobre Nós 2 e o Resto do Mundo, Barros co-assina a autoria de quatro. No primeiro álbum de Frejat, Amor Pra Recomeçar (de 2001), ele compôs três de 13 músicas do repertório.Curiosamente, a parceria só veio gerar seu primeiro fruto mais de dez anos depois que o tecladista se desligou do Barão. No disco Puro Êxtase, daquele ano, os dois compuseram Por Você - um dos maiores hits da carreira do grupo. "Minha relação com ele hoje é totalmente diferente do que era 15, 20 anos atrás. Hoje temos uma cumplicidade muito grande, um sugere e o outro completa", diz Frejat sobre Barros, que produziu Sobre Nós 2... junto com Tom Capone."É uma relação muito fraternal. Não é toda hora que você tem uma pessoa que te conhece bem para apontar eventuais defeitos. Nossa primeira parceria foi Por Você mas, antes disso, já nos sentíamos muito sintonizados. Ele deu muitas sugestões para Álbum (lançado pelo Barão em 1996) e mudou a cara daquele disco."Na inevitável comparação com a sonoridade roqueira do Barão Vermelho, o disco-solo de seu líder abre mão dos arranjos mais pesados para dar asas à sua face mais pop para embalar o romantismo das letras. "No caso do Barão, o repertório é de uma banda de rock e todos integrantes têm que se identificar com as letras. No meu disco-solo não, basta eu gostar que eu gravo", diferencia. "A sonoridade da banda é um patrimônio. No meu trabalho, eu tento fugir do padrão para não confundir uma coisa com a outra."Outra diferença que salta aos ouvidos é a evolução de Frejat como cantor. Nota-se uma maior firmeza e segurança na colocação da voz, principalmente nas baladas. "Estou cantando melhor e os meus dois discos-solo dão uma amostra desse progresso", concorda, sem falsa modéstia. E os fãs do Barão já podem se preparar: em 2004, Frejat se reunirá com os outros integrantes do grupo para gravar um novo disco de inéditas - o que não acontece desde 1998. "Não consigo sentir saudades de uma coisa que eu faço há 20 anos, mas tenho certeza que será ótimo quando a gente se reunir novamente", diz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.