Frank Ocean e FUN são principais favoritos para Grammy

O artista de R&B Frank Ocean e o grupo indie pop FUN chegarão no próximo domingo à cerimônia de entrega do principal prêmio da indústria da música, o Grammy, como os grandes favoritos, em um ano em que os novos talentos do sexo masculino foram o centro da atenção.

PIYA SINHA-ROY, Reuters

07 Fevereiro 2013 | 12h41

A cerimônia do Grammy do ano passado foi dominada pela britânica Adele, e seu bem-sucedido álbum "21", mas este ano a premiação deve ter os homens como destaque.

FUN, Ocean, a banca de folk britânica Mumford & Sons, o roqueiro Dan Auerbach, Jay-Z e Kanye West receberam cada um seis indicações, enquanto a banda de Auerbach, The Black Keys, tem cinco.

"Vai ser uma noite muito emocionante porque é a antítese do ano passado, que teve um show único na vida de Adele, então no auge", disse à Reuters o presidente da associação que congrega os empresários do setor de gravações, Jim Donio.

Com a ausência de novas músicas de muitos dos principais artistas pop no ano passado, os novos talentos terão destaque no Grammy no domingo.

"Este ano parece muito diferente... estamos vendo o rock e a música de guitarra voltando para o Grammy e serem apreciados", disse Patrick Doyle, editor-assistente da revista Rolling Stone.

A banda de nova York FUN, formada por Nate Ruess, Andre e Dost Jack Antonoff, tomaram as paradas em 2012 e estão de volta este ano. Eles são os únicos artistas que no domingo disputarão as quatro principais categorias: Gravação, Álbum e Canção, bem como Melhor Novo Artista Novo.

Mas, ao contrário do ano passado, onde Adele era uma clara favorita e levou 6 Grammys, os vencedores deste ano são menos previsíveis.

Especialistas dizem que são pequenas as chances são pequenas de uma pessoa ou banda ganhar o cobiçado trio de gravação de canções e álbuns do ano.

Mais conteúdo sobre:
MUSICA GRAMMY FAVORITOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.