Forrozeiros fazem show solidário em SP

Quem se interessa mais por um arrasta-pé nordestino do que por tapinhas que não doem de funkeiros cariocas não pode perder o Forró da Solidariedade, que se realiza hoje, no Ginásio do Ibirapuera. A renda da festa será destinada para a Associação dos Deficientes do Taboão da Serra. No palco, estarão reunidos representantes do tradicional forró do Nordeste - o herdeiro de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, a rainha do forró, Elba Ramalho, o sanfoneiro Waldonys e o Trio Sabiá - e do neo-forró, criado depois que o ritmo virou moda em São Paulo - como Triângulo Caraíva, Banda Caiana, Banda Avita e Falamansa, que vendeu quase 850 mil cópias do CD Deixa Entrar.... Ninguém vai receber cachê. "Tem gente precisando de muita ajuda, por isso faço isso pelo menos uma vez por ano", diz Dominguinhos. A Associação dos Deficientes do Taboão da Serra, que existe desde 86, atende 78 deficientes físicos e mentais, tem um curso de alfabetização para adultos e um programa de coleta seletiva de lixo. A renda do show será usada na construção de uma sede para a entidade e possibilitará o aumento do número de vagas. O show foi organizado pela Casa de Apoio ao Adolescente e à Criança Carente (CAACC) e é patrocinado pela rede Extra Hipermercados. As passagens aéreas foram doadas pela Vasp e as hospedagens pelo Hotel SofitelSão Paulo. Forró da Solidariedade - hoje, às 21 h, no Ginásio do Ibirapuera, R. Padre Manoel da Nóbrega, 1.361, tel.: 887-3500. Censura: 18 anos. R$ 10 (antecipado) e R$ 15 (na hora). Venda antecipada, até as 18 h no Canto da Ema, Av. Faria Lima, 364, tel.: 3813-4708, no Remelexo, Rua Paes Leme, 208, Pinheiros, tel.: 3812-9225 e no local do show.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.