Filme do Metallica enche os olhos e arrebenta os tímpanos

Trilha sonora concorre em uma categoria no Grammy

Luiz Carlos Merten, O Estado de S. Paulo

23 de janeiro de 2014 | 03h00

Fãs de rock vão ficar de fôlego acelerado com o filme de Nimrod Antal sobre o Mettalica. Você sabe quem é ele – o diretor de Predadores, com Alice Braga e Adrien Brody. Antal propõe agora um documentário nas bordas da ficção – ou vice-versa – sobre a banda, uma das mais populares e influentes da história do rock.

A trilha sonora do longa concorre em uma categoria no Grammy, que acontece no próximo domingo.

O filme soma material de arquivo e imagens e sons colhidos numa apresentação ao vivo, numa arena lotada. O formato é 3-D, o que ajuda a tornar tudo mais espetacular. E é um achado a tiete (Dane DeHaan) que persegue os integrantes da banda, numa trama futurista/apocalíptica.

Ok, nem tudo é convincente, ou melhor, nada é muito convincente, mas como experiência visual e sonora enche os olhos e arrebenta os tímpanos. Some Kind of Monster, faixa de St. Anger que virou título de documentário (em 2004), é o apocalipse now do Mettalica.

Tudo o que sabemos sobre:
Grammy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.