Filho de Arlindo Cruz agradece orações e diz que pai 'logo voltará'

Sambista passou por cirurgia durante a madrugada e estado de saúde é grave

O Estado de S. Paulo

18 Março 2017 | 10h58

Arlindo Neto, filho do cantor e compositor Arlindo Cruz, agradeceu as orações dos fãs em suas redes sociais e avisou que em breve seu pai estará de volta à ativa. "As orações estão adiantando e muito, vamos nessa corrente do bem, logo ele voltará", publicou Arlindinho.

A Casa de Saúde São José, onde o artista está internado, divulgou boletim médico na manhã deste sábado e classificou seu estado de saúde como grave. Arlindo Cruz segue internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da Casa de Saúde São José, no Humaitá, zona sul do Rio. Arlindo passou por uma cirurgia na noite desta sexta-feira, 17, quando foi instalado um cateter cerebral, com o objetivo de monitorar sua pressão intracraniana, após ser diagnosticado com acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

Segundo a sua assessoria, o procedimento foi realizado com sucesso. A equipe médica da unidade trabalha agora para a manutenção da sedação e para o controle da pressão intracraniana do cantor, para preservar o fluxo sanguíneo cerebral. Após isto, ainda de acordo com a assessoria, a sedação deverá ser gradativamente retirada para reavaliação do quadro neurológico de Arlindo.

Entenda o caso. Na tarde de sexta-feira (17), Arlindo Cruz, de 58 anos, passou mal em sua casa, no Recreio dos Bandeirantes (zona oeste do Rio), e foi levado pela mulher, Babi, para a Coordenação de Emergência Regional (CER) Barra da Tijuca (também na zona oeste), em frente ao Hospital Municipal Lourenço Jorge. 

Segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa do artista, uma tomografia indicou que ele sofreu um AVC hemorrágico. Arlindo chegou inconsciente à CER, às 17h20, e foi atendido na sala vermelha (para as maiores emergências). Depois do atendimento inicial, o músico foi transferido numa ambulância para a Casa de Saúde São José, no Humaitá (zona sul).

Mais conteúdo sobre:
Samba Pagode

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.