Paul Buck/EFE
Paul Buck/EFE

Filha de Whitney Houston terá os aparelhos desligados nesta quarta-feira

Ideia é que ela morra no mesmo dia em que sua mãe

O Estado de S. Paulo

10 de fevereiro de 2015 | 15h38

Bobbi Kristina Brown, filha da cantora Whitney Houston, morta em 2012, terá seus aparelhos desligados nesta quarta-feira, 11, de acordo com informações do site TMZ. Segundo fontes ligadas à família, a ideia é que ela morra no mesmo dia em que sua mãe: 11 de fevereiro.

A jovem de 21 anos foi encontrada inconsciente na banheira em sua casa na Georgia no último dia 31 de janeiro. O incidente ocorreu quase três anos após Whitney Houston ter se afogado na banheira em Beverly Hills, na Califórnia, em fevereiro de 2012. As autoridades apontaram que o uso de cocaína e problemas cardíacos contribuíram para sua morte.

Na semana passada, o cantor Bobby Brown, pai de Kristina, pediu mais privacidade para a situação da filha. "Peço privacidade nessa questão. Por favor, deixam minha família lidar com isso e dar o amor e suporte que minha filha precisa neste momento", disse Bobby Brown em declaração divulgada por seu advogado, Christopher Brown.

Em janeiro de 2014, Bobbi Kristina se casou com Nick Gordon, que também foi criado por Whitney Houston, uma das artistas que mais vendeu discos em todos os tempos, embora nunca tenha sido adotado oficialmente por ela.

A cantora, cuja lista de hits inclui How Will I Know e I Will Always Love You, era filha da cantora gospel Cissy Houston e prima da cantora pop Dionne Warwick. Bobby Brown, pai de Bobbie Kristina Brown, é vencedor do prêmio Grammy e começou sua carreira no grupo de R&B, New Edition.

Ambos pais de Bobbi Kristina lutaram contra abuso de substâncias. Whitney Houston descreveu o casamento de 15 anos, que acabou em 2007, como marcado pelo consumo de drogas e álcool. Bobby Brown foi condenado em 2013 a 55 dias de prisão após admitir que dirigiu sob efeito de álcool. Bobbi Kristina Brown foi hospitalizada duas vezes com crises de ansiedade após a morte de sua mãe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.