Filarmônica de NY volta à sua antiga casa

A Filarmônica de Nova York vai voltar para sua antiga casa, o Carnegie Hall, de onde saiu há 40 anos para ocupar o Lincoln Center. Conforme anúncio feito hoje, a fusão da Filarmônica ao Carnegie Hall vai resultar na criação de uma "instituição vital para o cenário cultural de Nova York", que "beneficiará os amantes da música em todo o mundo".Com o acerto, o Lincoln Center fica sem orquestra fixa para sua Avery Fisher Hall, alvo de reclamações por conta de sua acústica. Sua direção lamentou a decisão da orquestra, dizendo ter trabalhado em muitas alternativas para atender suas exigências quanto à acúsica e programação.Atualmente sob a direção de Lorin Maazel, a Filarmônica de Nova York é a orquestra mais antiga do país, e uma das mais importantes de todo o mundo. Ocupou o Carnegie Hall entre 1891 e 1962. A volta à sua antiga casa, no entanto, não deve ocorrer em menos de dois anos, em razão dos compromissos já assumidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.