Filarmônica de NY toca para 80 mil no Ibirapuera

No palco, montado na Praça da Paz, no Parque doIbirapuera, a Filarmônica de Nova York, regida pelo maestro Kurt Masur, de 73 anos, manteve o público em silêncio por mais de uma hora. Segundo a Guarda Civil Metropolitana, 80 mil pessoasassistiram ao espetáculo.A orquestra norte-americana começou bem o concerto. Tocou o Hino Nacional e o público, ainda em pé, aplaudiu calorosamente. Em seguida, veio o hino dos Estados Unidos - não tão bem acolhido assim. A partir daí, o público sentou-se nogramado e aproveitou a apresentação.Sete peças foram mostradas pela Filarmônica de Nova York. Entre elas, obras de Strauss e Schumann. América, de Leonard Bernstein - um dos que passou pelo comando da Filarmônica de Nova York - foi bastante aplaudida.Despedida - O maestro Kurt Masur está se despedindo da filarmônica, que faz ainda mais três espetáculos em São Paulo - de hoje a quarta-feira, na Sala São Paulo, no bairro da Luz. Elevai passar a batuta para o israelense Lorin Maazel no ano que vem para ser diretor-musical da Orquestra Nacional da França.Mesmo assim, vai manter sua ligação com a Filarmônica de NovaYork, três semanas por ano.A organização do espetáculo resolveu não distribuir o programa do concerto para evitar sujeira no parque. Os patrocinadores providenciaram a limpeza da Praça da Paz antes edepois do espetáculo. "Estamos muito felizes, pois conseguimos reunir amantes da música clássica de todos as classes sociais. O resultado está acima das nossas expectativas", afirmou o diretor de Assuntos Corporativos do Citibank, Fernando Tafner, banco patrocinador do evento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.