Fiat é condenada a indenizar família de Chico Science

A Fiat foi condenada, em segunda instância, hoje, peloTribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), a pagar indenização por danos morais e materiais à família do cantor e compositorChico Science, morto no dia 2 de fevereiro de 1997, em um acidente, quando dirigia um Fiat Uno, no município metropolitanode Olinda. Não menos de R$ 10 milhões é a expectativa de indenização, segundo o advogado da família, Antonio Campos, queentrou com a ação com base no Código de Defesa do Consumidor, alegando a quebra do cinto de segurança e falhas estruturaisdo carro durante o acidente.A Fiat foi condenada em primeira instância, pela juíza Ângela Maria Mello, da comarca de Olinda, em 15 de outubro de 2001.Hoje, depois de uma sessão que durou quase três horas, a 5.ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça manteve a sentença por 2votos a 1.Campos informou que a empresa automobilística pode entrar com recurso especial no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mastal recurso não tem efeito suspensivo da sentença. Ele adiantou que a família de Chico Science pretende começar a executar adecisão. Science, que morreu aos 31 anos, foi um dos fundadores do movimento Mangue Beat e teve seu talento e criatividadereconhecidos internacionalmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.