Festival no CCSP celebra rock and roll

Valendo-se do mês de férias estudantis, o Centro Cultural São Paulo promove, a partir de hoje, a nona edição do Projeto Sintonia do Rock, evento que levará ao palco da Sala Adoniran Barbosa bandas amadoras e profissionais de diversos estilos de rock and roll. Em anos anteriores, passaram pelo projeto o ex-Camisa de Vênus, Marcelo Nova e os precursores do ska em São Paulo, Skuba. Nesta edição, o punk rock oitentista do Inocentes, o rap metal do De Menos Crime e o rock setentista do Patrulha do Espaço prometem fazer a festa dos cabeludos paulistanos.Será um evento voltado para aquele pessoal que se irrita quando ouve a tachativa frase: "O rock and roll está morto". E dirigido também aos saudosistas, que não se esqueceram de Rita Lee, Arnaldo Baptista, enfim, dos Mutantes: "Posso perder minha mulher, minha mãe, desde que eu ainda tenha o meu rock and roll". Será eclético - terá rap (Jigaboo), pop Rock (ex-RPM Fernando Deluqui) e Jovem Guarda (Eduardo Araújo), entre outros -, mas não abrirá espaço para gêneros eletrônicos.A abertura do festival será nesta quinta-feira à noite com o show de Marise Marra e Banda Zap. Na apresentação, a cantora, guitarrista e violonista mineira radicada em Campinas toca canções de seu primeiro single Reflexo, recém saído do forno, e sucessos de Rita Lee, Mutantes e Cássia Eller. Para o encerramento, o CCSP promove no dia 30 de julho o show do country boy, sucesso da Jovem Guarda, Eduardo Araújo.Principais Atrações - Na sexta-feira, o Inocentes apresenta as músicas que integram seu último álbum O Barulho dos Inocentes. Neste disco, como no show, o trio formado por Clemente, Luís Singnoreti e Ronaldo dos Passos revisita canções de bandas punk dos anos oitenta, como Olho Seco, Cólera e Ratos de Porão. Entretanto, não faltarão composições de Clemente, como Pânico em S.P, Expresso Oriente e Nada de Novo no Front. "E daí? Como é qui é? ....tsssssssiiiiiiiiii. Fogo na Bomba." No dia 16, o De Menos Crime traz o som da periferia paulistana para o palco da Sala Adoniran Barbosa. Formada em meados dos anos 80 no bairro de São Mateus, a banda já dividiu o palco inúmeras vezes com os santistas do Charlie Brown Jr. O sucesso dos rapazes foi capitaneado pelo hit Fogo na Bomba, do segundo disco São Mateus pro Mundo, de 1998, em que discutem o uso da maconha.De volta ao cenário, com nova formação, o Patrulha do Espaço, banda formada nos anos 70 por Arnaldo Baptista e Rolando Castello Jr (bateria), apresenta-se dia 29 de julho, no encerramento do festival. A atual formação é composta por Rollando Jr, Luiz Domingues (baixo, ex-Chave do Sol, Língua de Trapo e Pitbulls on Crack), Rodrigo Hid (vocalista, guitarrista e tecladista) e Marcelo Schevano (guitarra, teclados, vocais e flauta transversal). Aproveitam a ocasião para divulgar o álbum independente Chronophagia, lançado no início do ano. O som? Rock and roll setentista, puro e simples. Sintonia do Rock: Quintas, Sextas e Sábados às 19:30; Domingos às 18:30; Centro Cultural São Paulo - Sala Adoniran Barbosa (Rua Vergueiro, 1000). Telefone: 3277-3611.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.