Festival de música independente começa hoje no Rio

A nona edição do Humaitá Pra Peixe, evento que desde 1994 agita o verão carioca com shows de bandas independentes, começa hoje no Espaço Cultural Sérgio Porto, em Humaitá, zona sul da cidade. Em sua mais sofisticada edição, o festival tem uma programação de nove noites, sempre às terças e quartas de janeiro, às 19h. Desta vez, serão 15 atrações.O Humaitá Pra Peixe de 2002 se chama Cardume. Os "peixes", como são chamados os músicos do evento, não são todos tão independentes assim. Boa parte deles está à margem das grandes gravadoras, mas já puseram o pé no mercado fonográfico. Max Viana, o cantor que fecha a noite de estréia, é filho de Djavan. Antes dele, abrindo o festival, toca Davi Moraes, o guitarrista da banda de Caetano Veloso que já excursionou pelo mundo com Marisa Monte. No dia 22, o festival recebe China, ex-vocalista da Sheik Tosado, banda pernambucana de hardcore que tocou no Rock in Rio 3.Mesmo assim, o produtor Bruno Levinson, responsável, junto com o poeta Chacal, pela ocupação do Espaço Sérgio Porto ao longo do ano, marca um ponto ao levar para o tranqüilo bairro do Humaitá bandas como Pau que Dá em Doido, de João Pessoa. O mesmo vale para o carioca Rogê e para Cabelo, que podem legitimar a intenção do Humaitá Pra Peixe de abrir espaço aos alternativos.Além deles, a Academia Brasileira de Rimas, o ex-Planet Hemp BNegão, as bandas Leela, Video Hits, Jimi James, Paralelo 8, Os Penetras, Bojo e Berimbrown completam o elenco. Para fechar a edição 2002, em 1º de fevereiro, na Fundição Progresso, um show do Planet Hemp, que já tocou no Humaitá Pra Peixe em seus primórdios. No site www.humaitaprapeixe.com.br cada participante do evento liberou uma música sua para downloads gratuitos.Humaitá Pra Peixe - Espaço Sérgio Porto, Rua Humaitá, 169, tel.: (21) 2266-0896. R$ 15.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.