Festival de Amsterdã destaca banda brasileira

Neste fim de semana acontece em Amsterdã Global Sounds Festival, um dos mais importantes festivais europeus de novos talentos da world music. Nas noites desta sexta, sábado e domingo 15 artistas de diversos países apresentam-se no Paradiso, uma antiga igreja transformada em sala de espetáculos na capital da Holanda e por onde já passaram Frank Zappa, Rolling Stones, The Police e Prince, entre outros. A banda brasileira Alta Fidelidade é um dos destaques do evento, com apresentação marcada para um horário considerado nobre: será a última atração da noite de sábado. O grupo, um projeto do músico Mano Bap (Karnak, Central Scrutinizer, Zappa Cover) e do produtor francês André Bourgeois (um dos responsáveis pelo BPM, projeto de música eletrônica que mereceu destaque mundo afora), mistura jazz, música brasileira e eletrônica em apresentações ao vivo. "Nossa proposta é quebrar as caricaturas, ir além da bossa nova eletrônica", diz Bourgeois. Segundo o produtor, a inspiração para o projeto veio de uma onda originária da França que mistura música eletrônica e jazz. Artistas como Saint Germain, Kruder Dorf Meister e Llorca lideram esse movimento.No palco, dez músicos interagem com um IMac. "O computador se tornou o décimo primeiro músico. Agimos e interagimos com ele ao vivo. Há batidas eletrônicas, mas há muitos elementos orgânicos também. Brincamos com os loops (seqüência que se coloca em repetição), remixamos as músicas e os músicos fazem os solos, reescrevendo a música ao vivo." Há poucos dias, a banda deu a largada para o Chivas Jazz Festival apresentando-se em evento fechado (Chivas Jazz Pre-Openning Night) no Na Mata Café, em São Paulo. Nos shows, as composições da banda, de autoria de Mano e Bourgeois (também programadores e respectivamente baixista e guitarrista), são intercaladas por alguns clássicos da música brasileira, entre eles Aquarela do Brasil, Falador Passa Mal e Balança Pema.Integram ainda a "eletronic big band" (como define Bourgeois) músicos vindos de trabalhos com o Karnak, Sidicato do Groove e Funk Como Le Gusta. São eles Kuki Stolarski (bateria), James Müller (percussão), Huho Hori (sax, flauta), Tiquinho (trombone), Guilherme Mendonça (trompete), Evandro Gracelli (guitarra), Rogério Rochlitz (teclados) e Cristina Herlander (voz).Destaques - A noite em que os brasileiros irão se apresentar começa com um show da portuguesa Mafalda Arnauth, cantora que já tem no currículo um prêmio de artista revelação e hoje é considerada uma das melhores fadistas de sua geração. Depois, é a vez da holandesa Josee Koning, que canta música brasileira, em particular, muita bossa nova - num português quase sem sotaque. No domingo, uma das atrações é Teofilo Chantre, caboverdiano que tem como principal inspiração a diva Cesaria Evora.De volta ao Brasil na próxima semana, o Alta Fidelidade reinicia suas apresentações no Na Mata Café e prepara o lançamento de seu primeiro CD, dentro de dois meses, pelo selo franco-brasileiro Urban Jungle Records.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.