Divulgação
Divulgação

Festival Back2Black ganha novo endereço

Com foco na cultura negra, o evento passa, na sua quinta edição, a ocupar a Cidade das Artes

Antonella Zugliani , O Estado de S.Paulo

15 de outubro de 2013 | 15h24

O festival de cultura negra Back2Black chega à sua quinta edição no Brasil com endereço diferente. Antes realizado na Estação Leopoldina, no centro do Rio de Janeiro, o evento, que acontece do dia 15 ao dia 17 de novembro, passa a ocupar a Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, com mais de 20 nomes nacionais e internacionais.

Nomes como Bobby Womack, dos Estados Unidos, Femi Kuti & The Positive Force, da Nigéria, Orquestra Baobab, do Senegal, e Milton Nascimento fazem parte da programação versátil que ocupará as salas do interior do teatro e os dois palcos montados na área externa da casa de espetáculos. Encontros também marcam o festival, como o do paulista Criolo com o nigeriano Tony Allen, o do congolês Baloki com o carioca MC Marechal e o da Banda Black Rio com Pee Wee Ellis, trombonista da banda de James Brown.

Mart'nália interpretará composições de Vinicius de Moraes, enquanto um elenco de artistas nacionais e estrangeiros, ainda não definido, prestará uma homenagem à importante cantora sul-africana Miriam Makeba. Algumas atrações vão aproveitar a vinda ao Brasil para passar também por São Paulo, como é o caso da espanhola Concha Buika, que se apresenta no Tom Jazz nos dias 18 e 19 de novembro, e de Bobby Womack, que subirá ao palco do HSBC Brasil, com show de abertura do rapper Emicida, no dia 19.

O Back2Black conta ainda com palestras e exposições. Nesta edição, o festival apresenta a arte dos Ndebele, povo oriundo da região de Lesedi, na África do Sul. Com curadoria do escritor angolano José Eduardo Agualusa, os debates ainda não estão com a programação definida.

Para conferir as horas e datas das apresentações, acesse o site oficial do evento: http://www.back2blackfestival.com.br.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.