Fender/Handout via REUTERS
Fender/Handout via REUTERS

Fender lança aplicativo de aulas de guitarra online para manter clientela

Objetivo da empresa é conquistar músicos iniciantes e convencê-los a não desistir do instrumento

Reuters

06 Julho 2017 | 11h08

SAN FRANCISCO - A Fender Musical Instruments Corp, cujas guitarras elétricas foram usadas por artistas como Jimi Hendrix e a banda Nirvana, está entrando no negócio do software com um aplicativo para aulas de guitarra.

A empresa de Scottsdale, no Arizona, está lançando o "Fender Play", um sistema online para o aprendizado do instrumento que o diretor-executivo Andy Mooney, um veterano da Nike e da Disney, espera reduzir o número de desistências entre aspirantes a guitarristas. Ele disse que 45% das guitarras da empresa são vendidas a iniciantes, mas que 90% deles abandonam o instrumento dentro de um ano e jamais se tornam clientes frequentes.

"Os 10% que vão além do primeiro ano possuem uma média de sete guitarras", disse Mooney em uma entrevista. "Quando reunimos os dados e analisamos os fatos, dissemos 'ah meu Deus, se simplesmente reduzíssemos o índice de desistência mesmo em 10%, talvez pudéssemos dobrar o tamanho da indústria."

A indústria de instrumentos musicais cresceu 9% nos últimos cinco anos e vendeu US$ 7,1 bilhões no varejo, mas continua bem abaixo do pico de 7,7 bilhões de 2005, de acordo com dados da revista The Music Trades.

Após uma apresentação gratuita, o Fender Play cobra US$19,99 por mês e consiste de uma série de vídeo-aulas que pressupõe desconhecimento do assunto. Mooney disse que seu modelo foi o Lynda.com, a plataforma de aprendizagem online adquirida pelo LinkedIn por 1,5 bilhão de dólares que desafiou as expectativas de que não conseguiria competir com os vídeos gratuitos da internet.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.