Febre teen impulsiona mercado fonográfico mundial

As vendas de discos nos Estados Unidos deram uma sensível aumentada no primeiro semestre graças à febre de atrações adolescentes. O país, que é responsável por um terço dos lucros da indústria fonográfica mundial, viu seus números crescerem em 5%. No entanto, o crescimento da pirataria e a recuada do mercado japonês fizeram com que as vendas globais tenham aumentado apenas 2%. De acordo com a International Federation of the Phonographic Industry, o Brasil teve um aumento de 31% nas vendas de discos nos últimos dois anos.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2000 | 16h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.