Estadão
Estadão

Fãs se aglomeram na estação Paraíso para ver Cat Power

Cantora americana fez um show surpresa no Metrô de São Paulo na tarde desta quinta-feira, 27

João Paulo Carvalho, O Estado de S. Paulo

27 de novembro de 2014 | 18h33

Centenas de fãs se aglomeraram na estação Paraíso do Metrô, em São Paulo, para assistir ao show surpresa da cantora norte-americana Cat Power na tarde desta quinta-feira, 27. A apresentação foi anunciada nas páginas oficiais da artista nas redes sociais.

O pocket show acústico foi realizado na própria plataforma de desembarque no sentido Tucuruvi e durou cerca de 30 minutos. Apesar de reunir um bom número de pessoas, a performance de Cat não chegou tumultuar o ambiente.

No repertório, sucessos como Metal Heart e uma versão especial do clássico Satisfaction, dos Rolling Stones."Vocês são ótimos. Foi um prazer tocar para vocês. Nos vemos novamente neste fim de semana", disse a cantora.

A acústica do local não contribuiu muito e quem ficou mais ao fundo do palco não conseguiu ouvir a voz da cantora. "Acho válido esse tipo de iniciativa. Embora eu não saiba quem é ela, a música ajuda a acalmar o ímpeto feroz da multidão no horário de pico", disse o administrador de empresas Ricardo Santos Villela, 32.

O show da tarde desta quinta-feira faz parte do projeto de divulgação do Popload Festival, que será realizado nos dias 28 e 29 de novembro em São Paulo. Além de Cat Power, o evento conta ainda com Tame Impala, Lumineers e Icona Pop. Também tocam os brasileiros Rodrigo Amarante, Marcelo Jeneci e a banda Boogarins.

Em 2014, prestes a comemorar 20 anos de carreira, Charlyn Marie Marshall - nome verdadeiro de Cat Power - lançou a música I Wish I Was Here com o grupo inglês Coldplay, para o filme homônimo dirigido por Zach Braff. A cantora se apresentou na primeira edição do festival no ano passado e, apesar do atraso de mais de uma hora, agradou o público com as canções de seu nono álbum, Sun.

Tudo o que sabemos sobre:
Cat Power

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.