Jim Weber/ AP
Jim Weber/ AP

Fãs fazem vigília pelo 34º aniversário da morte de Elvis Presley

Cerca de 15 mil pessoas se reuniram na cidade natal do cantor para prestar homenagens nesta madrugada

estadão.com.br,

16 de agosto de 2011 | 15h22

SÃO PAULO - Fãs de Elvis Presley se reuniram mais uma vez para prestar homenagens ao cantor, que faleceu há exatos 34 anos atrás, em 16 de agosto de 1977, aos 42 anos, depois de um colapso fulminante, até hoje mal explicado.

 

A aglomeração, que se repete anualmente desde 1982 na mansão Graceland, em Memphis, Tennessee, cidade de nascimento do cantor, em forma de vigília, começou na madrugada de ontem e se estendeu até a manhã desta terça-feira. Milhares de pessoas participaram do tributo. Segundo a polícia local, o número estimado é de 15 a 20 mil pessoas.

 

Entre os fãs, a brasileira Paula Penna, que participa pela sexta vez da celebração. "A música do Elvis matem a família reunida", disse a jovem de 27 anos à Associated Press. " Eu prometi que viria todo ano prestar tributo ao Elvis porque ele é muito importante para a vida da minha família". A moça conheceu seu marido, também brasileiro, em um clube de fãs de Elvis Presley.

 

Fãs de outros países, como Japão, Inglaterra e Alemanha também participaram da homenagem, alguns caracterizados em homenagem ao Rei do Rock.

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.