Fãs de Paul McCartney se concentram em frente ao Copacabana Palace

Shows do ex-beatle estão marcados para as noites de domingo e segunda-feira no Estádio Olímpico João Havelange

Bruno Boghossian, de O Estado de S. Paulo,

21 de maio de 2011 | 13h38

Cerca de 150 fãs do cantor Paul McCartney estão concentrados em frente ao Copacabana Palace, na zona Sul do Rio onde ele está desde amanhã de hoje. O ex-beatle desembarcou no Rio por volta das 9h30 deste sábado no terminal de cargas do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, zona norte da cidade. O cantor chegou em seu jatinho particular. Do aeroporto, ele seguiu diretamente para o Copacabana Palace, onde entrou pela porta dos fundos.

 

Paul McCartney e sua noiva Nancy Shevell na varanda do Copacabana Palace. Foto: Dilson Silva/AGNews

 

O ex-beatle não falou com fãs e nem com a imprensa. Os shows de Paul estão marcados para as noites de domingo e segunda-feira no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Engenho de Dentro, zona norte do Rio. Essas serão as primeiras apresentações do ex-beatle na capital fluminense em 20 anos.

 

No final da manhã de sábado, o cantor apareceu rapidamente na sacada do seu quarto no hotel, acompanhado pela noiva Nancy Shevell. Os fãs, que foram ao delírio com a rápida aparição, estão a postos em frente ao hotel a espera de uma nova aparição e até de serem vistos ou entregarem presentes para seu ídolo. Faixas e cartazes com exclamações de amor ao ex-beatle estão estendidas no local e muitos vestem camisetas com imagens do cantor.

 

Fãs em frente ao Copacabana Palace. Foto: Tasso Marcelo/AE

 

A funcionária pública Claudia Tapety, de 45 anos, trouxe do Recife um típico Boneco de Olinda, caracterizado como o popstar, com 3,80 metros de altura, que pretende entregar ao cantor. A fã chegou ao hotel por volta das 6h para tentar ver Paul. "Eu queria muito falar com ele, eu preciso muito falar com ele e entregar este presente", disse.

 

Um grupo de cinco argentinos também está concentrado desde o início da manhã, em frente ao Copacabana Palace. Eles trouxeram uma bandeira do País com a frase "Nós viemos da Argentina só para vê-lo" escrita em inglês. "Chegamos ontem ao Rio, mas vamos nos dedicar ao Paul até o fim do segundo show. Só depois é que pretendemos fazer turismo na cidade", disse o Javier Lubelski, de 34 anos.

 

A estudante paulista Mariana San Felippo, de 12 anos, pediu aos pais que a acompanhassem na tentativa de ver o ex-beatle na porta do hotel.

"Quando ele tocou em São Paulo eu estava com o pé quebrado e não pude ir. Então eu fiz questão de comprar ingresso para o show no Rio. Espero que eu consiga vê-lo no hotel, porque esta é uma chance única".

 

Não há previsão de que o músico deixe o hotel hoje, mas a equipe de produção do show recebeu pedido para que fosse providenciada uma bicicleta para o caso de Paul decidir sair pela cidade pedalando pela ciclovia. A previsão do tempo para os shows de domingo e segunda-feira é a melhor possível, com tempo aberto e sem chuvas.

Tudo o que sabemos sobre:
Paul McCartneybeatleshowmúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.