Família recebeu corpo de Michael Jackson, diz investigador

Instituto Médico Legal de Los Angeles liberou corpo do cantor na noite da sexta-feira

Agência Estado e Associated Press,

27 de junho de 2009 | 09h57

O corpo do cantor Michael Jackson, que morreu na última quinta-feira, foi liberado pelo Instituto Médico Legal de Los Angeles. O investigador Jerry McKibben disse neste sábado, 27, que a família recebeu o corpo de Jackson na sexta-feira à noite. Os arranjos para o funeral foram iniciados.

 

Veja também:

linkMichael Jackson: sucesso, polêmica e inúmeros adjetivos

linkEm seu último dia de vida, músico cantou e dançou

especialA trajetória de Michael Jackson, ícone do pop

linkMichael Jackson morre primeiro no Twitter

som Território Eldorado: ouça todas as fases do rei do pop

blog Fórum: Morre Michael Jackson, rei do pop

mais imagens Veja galeria de fotos

video 'Thriller', o disco mais vendido da história

video 'Beat It', com Michael Jackson

 

Aparentemente, Jackson teve um ataque cardíaco em sua casa alugada em Los Angeles, segundo informou fonte ligada ao cantor à Associated Press, que por não estar autorizada a falar publicamente, pediu anonimato. O departamento de investigação onde a autópsia foi concluída informou que não havia sinais de traumatismo ou que tenha sido cometido crime, mas a causa da morte será determinada em seis a oito semanas, após mais exames.

 

Jackson, considerado o Rei do Pop, iniciou a carreira ao lado de seus quatro irmão com o grupo Jackson Five, com o qual fez sucesso durante a década de 60. No início dos anos 70, o cantor emplacou sua carreira solo e lançou o disco "Thriller", até hoje o mais vendido de todos os tempos, com cerca de 100 milhões de cópias.

 

O cantor se envolveu em polêmicas nos anos 2000, quando foi acusado de abuso sexual em crianças. Casou-se duas vezes - a primeira com Lisa Marie Presley, filha de Elvis Presley - e teve três filhos - dois com sua segunda esposa, a dermatologista Deborah Rowe, e um cuja mãe foi mantida em segredo.

Tudo o que sabemos sobre:
Michael JacksonfuneralLos Angeles

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.