Família de Pavarotti chega a acordo sobre herança

Bens do tenor 'foram divididos de maneira eqüitativa e compatível com os parâmetros legais', diz advogada

Ansa,

30 de junho de 2008 | 13h39

A viúva de Luciano Pavarotti e as três filhas do primeiro casamento do tenor chegaram a um acordo sobre a divisão da herança, revelou uma advogada em entrevista publicada nesta segunda-feira, 30, na Itália. Os bens de Pavarotti "foram divididos de maneira eqüitativa e compatível com os parâmetros legais", disse Anna Maria Bernini ao jornal Il Resto del Carlino. Bernini, que também é deputada, era advogada, junto a seu pai, Giorgio Bernini, do célebre cantor italiano, morto em 6 de setembro de 2007. Depois, passou a assessorar sua viúva, Nicoletta Mantovani. Na entrevista ao jornal da região de origem de Pavarotti, Bernini informou que a mansão de Colle San Bartolo, situada em Pesaro, ficará "para as três filhas do primeiro matrimônio do maestro". Os três testamentos do cantor haviam desatado uma batalha, que foi parar nas capas dos jornais de todo o mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
Luciano Pavarotti

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.