Família de Malcolm Young confirma demência do guitarrista

Músico deixou o AC/DC por conta da doença

O Estado de S. Paulo

30 Setembro 2014 | 22h46

A família do guitarrista Malcolm Young confirmou os boatos de que o fundador da banda AC/DC está sofrendo de demência. O quadro faz com que o músico tenha perda total de memória. "Malcolm está sofrendo de demência e sua família agradece por respeitarem sua privacidade", afirma o comunicado.

Malcolm Young, guitarrista, compositor e cofundador da banda australiana AC/DC, cuja saída do grupo foi anunciada na última semana, foi internado em uma casa de repouso em Sydney, Austrália, por apresentar quadro de demência.

Em abril, soube-se que o músico de 61 anos sofria de uma grave doença, ainda que sua origem tenha sido mantida em segredo, e por isso ele não participaria da gravação do álbum Rock or Bust.

Seu sobrinho Steve, que o substituiu nesta gravação, ocupará o lugar de Malcolm Young na turnê mundial que o AC/DC realizará em 2015, na qual também estarão os outros integrantes do grupo: Angus Young, Brian Johnson e Phil Rudd.

Rock or Bust, o 17° álbum da carreira do AC/DC, será lançado em 1° de dezembro. Com produção de Brendan O’Brien, o trabalho sucede Black Ice, de 2008. O disco alcançou o topo das paradas em mais de 30 países.

Mais conteúdo sobre:
Malcolm Young AC/DC Rock or Bust

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.