Família de Cássia Eller vai processar clínica

A família da cantora Cássia Eller decidiu processar por danos morais e materiais a Clínica Santa Maria, onde Cássia foi internada em 29 de dezembro de 2001 e morreu horas depois, vítima de enfarte agudo do miocárdio.O advogado Marcos Campuzano estima que o pedido de indenização por danos materiais fique em, pelo menos, R$ 26 milhões.Na semana passada, o Ministério Público Estadual denunciou dois médicos da clínica por homicídio doloso. Para os promotores, os médicos adotaram procedimentos equivocados ao tratar a cantora.

Agencia Estado,

12 de novembro de 2004 | 17h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.