Fafá de Belém lança CD intimista

Fafá de Belém num momento maisintimista. Assim poderíamos definir seu novo CD, Piano e Voz, cujo show de lançamento ocupa o palco do Bourbon Street, um dosmais badalados redutos do jazz em São Paulo, amanhã equarta, às 22h30. Simultaneamente com Piano e Voz, a cantoralança o álbum Fafá de Belém do Pará - O Canto das Águas.Por meio dos dois trabalhos, Fafá demonstraversatilidade ao transitar entre o sofisticado e o popular.Expõe as influências jazzísticas em um, o Piano e Voz, e, nooutro, o Canto das Águas, resgata suas raízes paraenses,sempre tão presentes em seus discos. "O Pará é diferente detudo, é mais delicado, é mais musical e foi em Belém que euaprendi tudo o que eu sei", avalia ela.Foi naquele Estado, marcado pela diversidade de povos -europeus, caboclos, índios e tantos outros -, que a cantoraapurou seu ouvido e seu gosto musical para o jazz, desde ainfância. Adora John Coltrane. Trata-se de uma faceta poucoconhecida de Fafá de Belém, que os paulistanos poderão comprovarno Bourbon Street. Na apresentação, estará em companhia demúsicos amigos seus: Léo Gandelmann (sax soprano), João Rebouças(piano), Mauro Senise (sax alto) e Márcio Montarroyos(trompete/fluegel).Ela interpretará antigos sucessos, como Foi Assim,Bilhete, Abandonada e Coração Agreste, Ave Maria, Memórias, entre outros. Fará um duo com a filha MarianaMascarenhas, que também tem participação especial no CD, namúsica Jardins Proibidos. O repertório reúne ainda algumasmúsicas portuguesas, numa homenagem à sua segunda pátria.Segundo a cantora, Portugal a acolheu num dos momentos maisdifíceis da vida, após a morte do pai. "Quando saí do Brasil,em 1997, vinha de um processo de desgaste e os portugueses mecarregaram no colo. Recebi muito carinho e fui ficando por lá."De volta ao País, Fafá de Belém retomou a carreira, mas afirmanão conseguir permanecer muito tempo afastada de Portugal.Nesse recomeço, resolveu voltar às origens, o teatro.Por isso, um show num formato tão intimista, somente com voz epiano. E foi justamente num teatro, o Rival, no Rio, que Fafá deBelém decidiu gravar seu CD, ao vivo, em abril. "Foram quatrodias de show e não foi necessário refazer nada na gravação dodisco." Em outubro, Fafá de Belém volta com o mesmo espetáculoao palco do Teatro Rival, onde fará temporada mais longa, entreos dias 16 e 27.Fafá de Belém. Amanhã e quarta, às 22h30. R$ 4000 (couv. art.). Bourbon Street Music Club. Rua dos Chanés, 127,São Paulo, tel. 5561-1643.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.