PEDRO DIMITROW
PEDRO DIMITROW

Fábio Jr. afirma que sua live estará recheada de sucessos para embalar um Dia dos Namorados

A apresentação será nesta sexta-feira, 12, claro, a partir das 22h, com promessa de duas horas de músicas de sua carreira

Entrevista com

Fábio Jr.

Eliana Silva de Souza, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2020 | 08h31

Um Dia dos Namorados bem diferente, com os casais separados, cada um em sua casa, mantendo o isolamento e a cautela nesse momento de pandemia. Mas não é por isso que o romantismo será deixado de lado, não mesmo. Os rostos não estarão colados, os beijos ficarão para depois, mas sonhar é o que está valendo e o que vai imperar nesta fase. E, para ajudar a fazer esse dia um pouco mais especial, iluminar corações, nada melhor que uma live de Fábio Jr., um dos nossos cantores mais emblemáticos para a data, um ícone que deixou marcas profundas em vasta legião de fãs. 

A apresentação será nesta sexta-feira, 12, claro, a partir das 22h, com promessa de duas horas de músicas de sua carreira e que tanto sucesso ainda fazem. A transmissão na TV será pelo Multishow, que a exibirá também pelo seu canal do YouTube, pelo Multishow Play e ainda pelos redes oficiais do músico, também no YouTube.

Sempre lembrado, o cantor de 66 anos é ainda uma marca da música romântica, dificilmente alguma de suas canções não tenham tocado o coração das pessoas mais desavisadas. Quem nunca cantarolou, “carne e unha, alma gêmea, bate coração” ou “o amor não tem que ser uma história com princípio, meio e fim”? Além desses tantos sucessos, Fábio marcou o imaginário nacional com suas atuações em diversas novelas, coisa que parou de fazer há um bom tempo. 

Com promessa de não deixar de cantar nenhum dos grandes sucessos, Fábio Jr., recluso em sua casa, em São Paulo, respondeu algumas perguntas, por e-mail, ao Estadão

O que o público vai ver nessa live, terá algo diferente da outra?

Ah! Pensamos num cenário bem gostoso na área externa aqui de casa e um repertório bem romântico para o Dia dos Namorados. Tá legal pra caramba!

Alguma música não pode faltar nessa live e em seus shows?

Graças a Deus algumas músicas não posso deixar de fora de qualquer repertório, por exemplo, Alma Gêmea, Só Você, Caça e Caçador e por aí vai... (risos).

Como é se apresentar sem o público presente, o que é tão necessário em shows?

A energia das pessoas faz muita falta! Dá saudade, mas só de saber que estamos conectados já é uma delícia, é diferente, mas é especial.

Você é um romântico? Como você se vê?

Acho que sou (risos). O fato de cantar o amor, acredito que tenha contribuído para que o romantismo estivesse sempre presente na minha vida.

Ainda se emociona com a receptividade de seu público? Muitos anos depois e ele segue sendo muito fiel, não?

Caramba! É um público fiel mesmo, graças a Deus!! A cada show vejo a moçada que me acompanha há muito tempo. Vejo, também, a geração de uma família que vai aos meus shows, a avó, mãe e agora a filha. Isso é gratificante demais! Só tenho a agradecer, brigaduuuu!! Se não fossem eles eu nem existiria! É verdade!!!

Em tantos anos de carreira, como músico e ator, o que ainda falta fazer nessas áreas?

Não sou muito de fazer planos, as coisas aconteceram na minha carreira de uma forma muito natural, então prefiro deixar acontecer.

Como está sendo sua quarentena, tem conseguido criar ou fazer coisas que te animem?

Eu sempre fui muito caseiro, gosto de ficar em casa, curtindo meus “cantinhos”, então pra mim não está sendo muito complicado. Sinto falta da ausência de shows e de poder estar com meus filhos, amigos... Abraçar, beijar, apertar!

Vamos ter novidades suas quando terminar essa quarentena?

Pode ser que tenha algo novo por aí, estou trabalhando pra isso... Aguardem!

Você acredita que tudo que estamos passando servirá para mudar a cabeça de algumas pessoas? Mudar-nos como pessoas?

Eu não tenho dúvidas, isso tudo esta acontecendo para nos analisarmos mais, nos conhecermos mais e, principalmente, sermos mais “humanos” e solidários. Eu entendo como um grande recado...

Ainda vamos te ver na tela da TV, como ator?

Tenho saudades da TV... Quem sabe, né?! Recentemente, fiz uma participação no filme A Sogra Perfeita, com Cacau Protásio, Rodrigo Sant’anna e mais uma moçada bem bacana, já já deve estrear.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.