Acervo Marcelo Colaiacovo
Acervo Marcelo Colaiacovo

Exposição inédita sobre a vida e obra de Zé do Caixão estreia no MIS

Em clima de terror, lançamento está previsto para dia 31 de outubro

O Estado de S. Paulo

13 Outubro 2015 | 09h00

Uma seleção inédita de figurinos, roteiros, objetos cênicos, colagens, trechos de filmes e imagens de bastidores dos filmes do Zé do Caixão será revelada em À Meia-Noite Levarei sua Alma, próxima exposição do Museu da Imagem e do Som de São Paulo. Para incrementar o clima de terror, a abertura do evento está marcada para 31 de outubro, considerado o Dia das Bruxas. A exposição tem curadoria e concepção de André Sturm baseada na seleção feita por Liz Vamp, filha de José Mojica Marins, ator que dá vida ao personagem, e Marcelo Colaiacovo, guardião e curador do acervo de Mojica. 

Baseada na filmografia completa de Zé do Caixão a mostra apresenta objetos numa expografia cujo ambiente obscuro (e que guarda muitas revelações e assombros), promete despertar todo clima de sadismo existentes nos filmes de Zé do Caixão. Josefel Zanatas, mais conhecido como Zé do Caixão, é um personagem mítico do cinema nacional do Brasil criado e interpretado pelo ator e diretor José Mojica Marins. O cruel agente funerário, homem sem crenças cujo objetivo é encontrar uma mulher que possa dar continuidade à sua espécie (que ele acredita ser superior) e suas ideologias, teve sua primeira aparição no filme À Meia-Noite Levarei Sua Alma, lançado em novembro de 1964, em São Paulo. 

Serviço 

À meia-noite levarei sua alma

Data: 31 de outubro de 2015 a 09 de janeiro de 2016 

Horário: terças a sábado, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 20h [Terças-feiras entrada gratuita] 

Local: Espaço Expositivo 1º andar 

Preço: R$10 e R$5 [meia-entrada]

Classificação etária 16 anos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.