Reprodução/Instagram @elizaclivia
Reprodução/Instagram @elizaclivia

Ex-vocalista da banda Cavaleiros do Forró morre em acidente

O carro com cinco pessoas bateu em um ônibus; o namorado da cantora e baterista Sérgio Ramos também morreu

ANTONIO CARLOS GARCIA / Colaboração para o Estado, Aracaju

16 de junho de 2017 | 16h54

A ex-vocalista da banda Cavaleiros do Forró, Eliza Clívia, 37 anos, e o namorado dela, o baterista Sérgio Ramos, morreram hoje à tarde num acidente envolvendo um ônibus e o carro de passeio em que viajavam.

A colisão aconteceu entre as ruas Arauá e Maruim, no centro de Aracaju. O casal estava se deslocando para a TV Atalaia, afiliada da Record em Sergipe, para dar uma entrevista no Programa Tolerância Zero. No último post em sua conta no Instagram, a cantora contou que já tinha chegado em Aracaju.

De acordo com testemunhas, o carro onde estavam as vítimas teria invadido a rua preferencial, colidindo com um ônibus de transporte coletivo.  O produtor da cantora, Jailson Souza, disse que cinco pessoas estavam no carro no momento do acidente.  Três deles foram removidos para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) com ferimentos leves.

Eliza nasceu em Livramento da Paraíba e ficou conhecida quando atuou na banda Cavaleiros do Forró e depois na Cavalo de Aço. Atualmente, ela fazia uma carreira solo em que comemorava 20 anos de carreira. Eliza se apresentaria  hoje à noite numa casa de show na avenida Hermes Fontes, em Aracaju, que estava promovendo a festa “Arraiá Vip”.

Os corpos de Eliza e do namorado dela, Sérgio Ramos, foram levados para o Instituto Médico Legal (IML). Por enquanto não há informações sobre quando os corpos serão liberados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.