Ex-Supreme Mary Wilson canta em SP

Embaixadora da Cultura e das Artes das Nações Unidas, uma cantora americana militava em Buenos Aires na semana passada. Ela seria apenas mais uma celebridade comum em turnê educativa e humanitária pela América Latina, não fosse essa cantora a poderosa Mary Wilson, uma das Supremes originais. Mary canta hoje com seu grupo ("Duas cantoras e cinco caras", como ela explica) em São Paulo, no Bourbon Street.Em litígio com duas integrantes da franquia Supremes dos anos 70 (Lynda Laurence e Scherrie Payne, que pedem US$ 400 mil de indenização da cantora por impedi-las de trabalhar), Mary falou ao Estado de seu quarto no Hotel Marriott, em Buenos Aires. "Eu estou muito feliz em ter feito parte daquela época, e eu devo lhe dizer que ainda estou naquela era, os anos 60", disse Mary, avisando que seu show será "o mesmo de sempre". E listou: "Vou cantar um monte de sucessos da Motown, dos Temptations, das Supremes e dos Stones."Mary Wilson fará 60 anos em março. Nascida em Greenville, no Mississippi, em 6 de março de 1944, integrou o mais famoso grupo feminino de R&B do planeta em 1959, com as amigas Diane Ernestine Ross, Florence Ballard e Betty McGlown (depois substituída por Barbara Martin). Se ela cantar uma meia dúzia de sucessos das Supremes, já vai valer a pena. Entre os anos de 1964 e 1969, as Supremes emplacaram nada menos do que 12 músicas no topo das paradas de sucesso americanas, coisas como Stop! In The Name Of Love (1965), You Can?t Hurry Love (1966) e Someday We?ll Be Together (1967). O grupo foi dissolvido em 1977.Workshop - Como Embaixadora das Artes das Nações Unidas, Mary demonstrou mais preocupação com sua agenda oficial do que com a musical. "Nos países que visito, converso com jovens músicos, ministro master classes, organizo oficinas com artistas jovens. Eu estou realmente muito feliz de poder ajudar essas pessoas, que são muito talentosas." Nessa função, ela fará um workshop gratuito amanhã no Centro de Estudos Musicais Tom Jobim (inscrições pelo telefone 221-0750).Mary Wilson. Hoje, às 22h30. R$ 35 (consumação mínima). Bourbon Street Music Club. Rua dos Chanés, 127, tel. 5095-6100.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.