Ex-Spice Girl diz estar sendo perseguida por desconhecido

A ex-Spice Girl Geri Halliwell pediu ajuda à polícia por estar sofrendo assédio de um desconhecido e temer por sua segurança e a de sua filha, Bluebell Madonna, segundo a edição desta segunda-feira do jornal sensacionalista "Daily Mirror".A cantora, de 34 anos, diz que está assustada e se sente em perigo após ter visto esse indivíduo várias vezes perto dela. Segundo uma fonte policial, citada pelo jornal britânico, "Geri viu várias vezes a mesma pessoa a seguindo e está muito nervosa". A fonte afirmou que a cantora estava tão ansiosa quando foi à delegacia que os agentes tiveram de acalmá-la.De acordo com o jornal, a polícia pode ter recomendado à artista que reforce a segurança da mansão na qual reside em Primrose Hill, em Londres. A casa foi emprestada a Geri pelo cantor George Michael.Há algumas semanas, a polícia deteve a babá de Bluebell, primeira filha da cantora, fruto de uma efêmera relação com o roteirista de Hollywood Sacha Gervasi, por maus-tratos. A ex-Spice Girl denunciou a babá em agosto após ter encontrado a bebê, hoje com cinco meses, chorando e com marcas de agressões. As Spice Girls, grupo musical feminino formado por Geri Halliwell, Melanie Chrisholm, Melanie Brown, Emma Burton e Victoria Beckham - que naquela época era Victoria Addams - lançaram o primeiro CD, "Spice", em 1996. A banda teve fim justamente com a saída de Geri Halliwell, em 1998, por suposta briga com Melanie Brown.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.