Kevin Westenbergr|Divulgação
Kevin Westenbergr|Divulgação

Ex-Pink Floyd David Gilmour vai se apresentar em Pompeia

Show ocorre 45 anos depois da gravação de documentário no sítio arqueológico; antes, ele passa por Verona

Isla Binnie, Reuters

17 de março de 2016 | 10h40

ROMA - David Gilmour, ex-guitarrista do Pink Floyd, fará uma apresentação na antiga cidade romana de Pompeia no próximo verão europeu, disse o ministro da Cultura da Itália nesta quarta-feira, 16.

A banda britânica de rock que deu fama a Gilmour fez um filme em 1971 no sítio arqueológico, que ficou soterrado por cinzas durante mais de 1.600 anos em consequência de uma erupção do Monte Vesúvio no ano 79 d.C.

"Chegamos a um acordo. Depois de 45 anos, David Gilmour tocará de novo em Pompeia nos dias 7 e 8 de julho", disse o ministro Dario Franceschini no Twitter.

Gilmour provavelmente irá tocar no Anfiteatro Romano, em vez do Grande Teatro onde o documentário "Pink Floyd: Live at Pompeii" foi feito, disse um porta-voz de Pompeia.

Construído para sediar lutas de gladiadores mais de um século antes do Coliseu de Roma, o anfiteatro de pedra pode receber cerca de duas mil pessoas.

Hoje com 70 anos, Gilmour terá uma plateia desta vez – na gravação do documentário a banda tocou durante quatro dias sem público.

Os shows não constam do site oficial do guitarrista. Nos dias 10 e 11 de julho ele irá tocar em um anfiteatro romano do século 1 em Verona, no norte italiano.

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaPink FloydMúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.