Ex-namorado de Kate Moss é preso por posse de drogas

É a segunda vez em menos de duas semanas que Pete Doherty, vocalista da banda Babyshambles, admitiu a posse de drogas. O cantor de 26 anos, foi detido em Londres por causa de seu aspecto suspeito e desalinhado, segundo um agente que efetuou a prisão.Depois de declará-lo culpado, o juiz da Corte de Magistrados de Londres, Stephen Dawson, ordenou sua detenção até uma nova audiência em 8 de fevereiro. A liberdade, mediante pagamento de fiança, não foi concedida. Diante da decisão do juiz, Doherty disse que lamentava e que ela afetaria a seus fãs e as pessoas que vão aos shows. Em virtude da prisão do vocalista, sua banda perderá os show marcados neste fim de semana em Glasgow, na Escócia.O incidente é o último de um histórico problemático que o cantor vem construindo. Na semana passada diante do mesmo juiz ele admitiu a posse de heroína, cocaína, morfina e maconha, mas pode sair depois de pagar fiança. O mesmo aconteceu no dia 30 de novembro, quando reconheceu a posse de cocaína e heroína e também pode ser liberado com a fiança.No ano passado ele esteve saindo com Kate Moss, mas a relação terminou logo que um tablóide sensacionalista publicou fotos da modelo, supostamente, inalando cocaína em um estúdio de gravação onde Doherty gravava um disco.Pete Doherty poderá ser sentenciado a sete anos de prisão, sentença máxima pela posse de drogas como a cocaína e a heroína.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.