Ex-mulher diz que nunca viveu com Jackson

Debbie Rowe, ex-mulher de Michael Jackson e mãe de seus dois filhos mais velhos, testemunhou hoje no julgamento do astro e disse que nunca conviveu com ele e que faz três anos que não vê os filhos. Debbie também disse que, durante o casamento, "nunca dividimos um lar".A ex-mulher do astro afirmou que o cantor pediu-lhe que participasse do vídeo de reconstrução de sua imagem, produzido depois da exibição do documentário Vivendo Com Michael Jackson, em fevereiro de 2003, no qual ele aparece dizendo que gosta de dormir com crianças. Debbie contou que já conhecia Jackson há vinte anos quando se casaram. "Nós éramos amigos e nos casamos". Debbie era enfermeira de um dos cirurgiões plásticos de Jackson. Eles se casaram em 1996, e têm dois filhos, Prince Michale, de 8 anos, e Paris, de 7. O casal se divorciou três anos depois do casamento. Jackson tem um terceiro filho, Prince Michael II, cuja mãe é desconhecida.A acusação espera que Debbie conte como foi forçada a participar do vídeo para que pudesse continuar vendo os filhos. Ela disse hoje que Jackson falou com ela pelo telefone, em fevereiro de 2003, e pediu que ela participasse do vídeo. O depoimento dela foi o primeiro a sugerir que Jackson teve participação direta na produção do vídeo para recuperação da imagem do astro.Atualmente, Debbie luta nos tribunais de Los Angeles para conseguir a guarda dos filhos, que ela cedeu a Jackson na ocasião do divórcio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.