Ex-mulher de McCartney nega acordo de 48 milhões de euros

A ex-mulher de Paul McCartney, Heather Mills, desmentiu em entrevista à Ansa a notícia publicada pelo tablóide britânico News of the World de que receberia cerca de 48 milhões de euros do cantor após o divórcio. "Não foi feita nenhuma oferta. Não há acordo algum", disse Heather. A ex-top model está em Pistoia, na Itália, para discutir projetos beneficentes. Ela reclamou que o News of the World - o jornal dominical mais vendido no Reino Unido - não se limitou apenas a publicar a "falsa notícia" de um acordo extra-judicial, mas voltou a insinuar seu suposto passado de prostituta de luxo. Heather suspeita que por trás desses ataques difamatórios esteja o ex-Beatle, de quem se separou em maio do ano passado e com quem teve uma filha, Beatrice, de três anos. "Não sou um robô. Essas notícias me fazem muito mal. Fazem mal também para minha filha. Tornam mais difícil a minha participação em eventos beneficentes para crianças", desabafa a ex-mulher de McCartney, que acusa a imprensa de "irresponsabilidade". Sobre alegações de que no passado ela teria sido uma prostituta de luxo, a ex-modelo diz que processou o grupo News International (responsável pela publicação do News of the World) e os tablóides Mail e Evening Standard. Ela aguarda o término dos casos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.