Ex-guarda-costas processa Britney por se ferir em serviço

Funcionário afirma que a cantora lhe causou "contato nocivo e ofensivo sem seu consentimento"

Efe,

20 de maio de 2009 | 10h58

Um ex-guarda-costas da cantora Britney Spears apresentou um processo contra a artista por ter sido ferido enquanto estava em serviço, informa a imprensa americana nesta quarta-feira, 20.

 

O caso foi apresentado na segunda-feira passada a um tribunal de Los Angeles por Kerry Vine, ex-empregado da estrela do pop e da empresa Advanced Security Concepts, que também foi processada.

 

Vine afirmou no processo que Britney "administrava sua casa e seus negócios de forma negligente", o que lhe causou "ferimentos", apesar de não especificar qual tipo de lesões. O denunciante afirmou que a artista lhe causou "contato nocivo e ofensivo sem seu consentimento". A indenização solicitada por Kerry não foi informada.

Tudo o que sabemos sobre:
Britney Spears

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.