Ex-diretor é aplaudido em concerto no Scala

Riccardo Muti, que se demitiu do cargo de diretor musical do La Scala de Milão no mês passado, teve um emocionante retorno à mais famosa casa de óperas do mundo como regente convidado, gerando pedidos para que ele voltasse atrás da decisão.O concerto na noite de ontem, no qual comandou a Filarmônica de Viena, foi marcado antes da demissão, que ocorreu no meio de uma série de turbulências no último mês no teatro que ele dirigiu por 19 anos.Os dois mil ingressos para o concerto foram todos vendidos há dois meses, disseram organizadores. Um telão gigante foi armado em um shopping em Milão onde centenas de pessoas assistiram à performance, algumas assinando um documento pedindo a volta de Muti. O repertório incluiu a Sinfonia número 94 de Hayd, conhecida como Sinfonia Surpresa e terminou com um emocionante overture da ópera de Verdi La Forza del Destino (A força do destino).Ao final, a platéia aplaudiu muito e jogou flores no palco, disse a porta-voz do La Scala Lucilla Castellari. "Havia um sentimento de esperança de que o maestro voltasse ao La Scala", ela disse.Recentemente, Muti disse em uma entrevista que estava avaliando um convite para conduzir a Orquestra Sinfônica de Chicago como maestro convidado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.