Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Ex-baixista da Legião Urbana é encontrado morto no Guarujá

Renato Rocha tinha 53 anos e teria sofrido uma parada cardíaca

Roberta Pennafort, O Estado de S. Paulo

22 de fevereiro de 2015 | 14h47

O músico Renato Rocha, que foi baixista da primeira formação da banda Legião Urbana, foi encontrado morto esta manhã, 22, dentro de um hotel no Guarujá, litoral de São Paulo. O irmão do músico, Roberto Rocha, confirmou a informação. Famoso na Legião nos anos 1980 como Negrete, ele foi encontrado já caído no quarto - teria sofrido uma parada cardíaca.

Renato tinha 53 anos e passava por dificuldades financeiras. Ele foi do grupo de Renato Russo, Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos até o terceiro disco que lançaram, "Que país é este", de 1987, e saiu expulso pelo vocalista. Era carioca e conheceu os demais em Brasília, onde foi morar ainda menino.

Em 2012, havia sido encontrado pela imprensa como morador de rua, no Rio. Ele contou que não ganhava direitos autorais pelo trabalho na banda  que fossem suficientes para se manter e contou usar maconha e álcool.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.