Evento põe cultura negra em pauta

Começa hoje em São Paulo o Agosto Negro Brasil 2002, evento que vai reunir várias expressões da cultura negra em diferentes locais da cidade durante todo o mês de agosto. Nascido do Black August americano, que surgiu na Califórnia no anos 70, o Agosto Negro é organizado no Brasil pela primeira vez.A motivação inicial do Black August era política. O grupo New Afrikan Liberation Moviment se uniu para dar uma solução para diferenças de tratamento dispensado a negros nas cadeias americanas. Organizaram então uma série de eventos culturais para arrecadar dinheiro e pagar a fiança de muitos destes presos. A tradição se manteve, e hoje o evento é organizado anualmente em países como Jamaica, África do Sul, Cuba, França e Rússia.A idéia é que o evento se adapte às realidades locais. No Brasil, a black music é a vedete da programação do Agosto Negro. MCs cubanos virão lançar o CD Soy Rapero - Hip Hop Havana ao lado do rapper Xis, no Sesc Pompéia. Também no Sesc Pompéia, todas as quartas de agosto serão feitas eliminatórias do Hip Hop DJ, campeonato anual de DJs da cidade. No dia 24, no Ginásio Mauro Pinheiro, é a vez da dança de rua, na Batalha Final do Break.Estes e outros eventos dão um forte tom musical ao Agosto Negro Brasil. Mas o evento também terá cinema, moda e grafite. A feira de moda Mercado Mundo (Black) Mix acontece nos dias 10 e 11 na estação Barra Funda. No dia 18, a ONG Dogma Feijoada apresenta vídeos e filmes que abordam questões raciais no Espaço Unibanco de Cinema. Logo no começo do mês, o Agosto Negro tem um bate-papo programado sobre a prática do grafite e a busca pela paz, dias 3 e 4 na Cohab.O primeiro Agosto Negro brasileiro acontece com programação maior que a prevista por uma razão: a Prefeitura, principal organizadora, fundiu o evento com o Linguagens Urbanas, outro evento que estava programado para o próximo mês. Os rappers cubanos que tocarão com Xis, por exemplo, já tinham visita agendada ao Brasil pelo Sesc Pompéia, mas agora fazem parte da programação do Agosto Negro.Quem quiser começar a participar do Agosto Negro Brasil 2002 a partir de hoje, já pode ir à festa de inauguração do evento. A festa vai ser no Piranha, na rua Turiassu 928, em Perdizes, a partir das 22h. Mulheres entram de graça até 0h, e homens pagam R$20. Informações sobre a programação pelo telefone (11) 3315-9077.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.