EUA negam visto para Boy George e turnê fica ameaçada

LOS ANGELES (Billboard) - O líder do Culture Club, BoyGeorge, pode não cumprir a turnê marcada para a América doNorte, já que as autoridades norte-americanas se recusaram aemitir um visto de entrada para o cantor, citando seusproblemas legais no exterior. A turnê, que teria 24 apresentações, deveria começar no dia11 de julho em Las Vegas e terminar no dia 23 de agosto, emDallas. "Por enquanto, Boy George não pode ir aos Estados Unidosporque o país não concedeu permissão para sua entrada", disse aequipe de empresários do cantor em um comunicado. "Isto não diz respeito a qualquer coisa que tenha feito nopassado, porque ele vai passar por um julgamento em novembro,em Londres, por algo que aconteceu em abril do ano passado." George foi preso no ano passado, depois que um norueguês de28 anos acusou o cantor e DJ de atacá-lo e aprisioná-lo. Ocantor negou as acusações e foi libertado sob fiança. "Os advogados de Boy George em Londres nos proibiram defalar sobre os detalhes do caso, então tudo que podemos dizer éque George está surpreso com a decisão e pediu para que seusadvogados no país a analisem para ajudar a reverter asituação", disse o comunicado. "George realmente adoraria ir aos Estados Unidos eretribuir a seus fãs norte-americanos a lealdade que recebe. Épor isso que pedimos às autoridades norte-americanas quereconsiderem sua decisão." Em 2001, Boy George lançou sua coleção "Essencial Mix" comuma breve turnê como DJ no país. Ele também se apresentou comoDJ na Austrália, Ásia, Europa, Canadá e Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.