Estrelas do pop lançam álbum pelas crianças do Iraque

Dezoito estrelas da música pop internacional ? entre elas Paul McCartney, Avril Lavigne, George Michael e David Bowie ? gravaram um disco para arrecadar fundos para as crianças vítimas da guerra no Iraque. O disco está sendo lançado hoje em Londres. Todo o dinheiro arrecado com o álbum, cujo título é Hope (esperança), será destinado à organização não-governamental War Child, encarregada de ajudar as crianças vítimas de conflitos armados no mundo. Os artistas não cobraram royalties e a gravadora London Records vai distribuir o disco sem lucro. Está presente no disco o cantor e compositor Cat Stevens, que há duas décadas se converteu ao islamismo e usa o nome de Yusuf Islam; ele regravou sua canção Peace Train, um grande sucesso lançado originalmente em 1971; foi a primeira gravação do artista em 25 anos. Em entrevista à BBC para falar do lançamento, Paul McCartney pediu que sejam banidas as bombas de fragmentação ? que foram usadas pela coalizão na invasão do Iraque -, pelo horror que causam aos civis. ?Seria ótimo se banir essas armas coverdes?, disse o compositor. ?O que acontece depois que uma guerra termina é que os civis ? principalmente mulheres e crianças ? são as grandes vítimas.? Os ativistas contra as minas terrestres ? como Heather Mills, a mulher de Paul McCartney, ela própria vítima da explosão de uma dessas bombas, que a levou a amputar uma perna ? dizem que o risco é particularmente grande para as crianças, que muitas vezes confundem o armamento com brinquedos. ?Qualquer que seja a política, quaisquer que sejam os acertos ou erros de uma guerra, as crianças são sempre as vítimas inocentes?, disse o ex-beatle. ?Por isso, fico feliz que poder dar essa minha pequena contribuição?. Ele gravou a canção Calico Skies para o álbum. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.