Estado de Herbert deixa médicos otimistas

Nova tomografia computadorizada realizada hoje no crânio do cantor e compositor Herbert Vianna mostrou que o organismo do músico já começou a absorver as lesões hemorrágicas cerebrais. "Só podemos ficar otimistas, ele está num bom caminho", afirmou neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho. Os médicos começam a reduzir hoje os sedativos ministrados ao paciente. Se tudo correr bem, no domingo, sem a interferência da medicação, poderá ser feita uma avaliação mais profunda de seu quadro neurológico.No último domingo, Herbert Vianna sofreu um acidente de ultra-leve, no qual morreu sua mulher, a jornalista inglesa Lucy Needham Vianna. Ele está internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Copa D, em Copacabana. A equipe médica que atende o músico realizou hoje uma nova broncoscopia em seus pulmões, depois que os exames radiológicos rotineiros apontaram a existência de novos coágulos na base do pulmão esquerdo de Herbert. Os coágulos foram retirados com o broncoscópio. "Existe um pequeno foco de sangramento e os novos coágulos se formaram de ontem para hoje", explicou o pneumologista João Pantoja, diretor-médico do Copa D, assegurando que não se trata de nada grave. "As lesões pulmonares estão diminuindo de tamanho diariamente e o aspecto geral dos pulmões é muito bom." Segundo Pantoja, o procedimento teve por objetivo evitar complicações futuras. "Todo paciente com respiração mecânica corre risco de pegar pneumonia. Estamos minimizando esse risco", disse.Na avaliação de Pantoja, como a situação dos pulmões do músico é extremamente favorável, a respiração mecânica poderá ser retirada tão logo o quadro neurológico permita. Hoje, os médicos começarão a reduzir os sedativos e amanhã, já poderão ter uma noção mais profunda do grau das lesões do cérebro, avaliando, inclusive, a que tipo de estímulo o músico responde. "Ainda é precoce para se falar em seqüelas, no domingo poderemos avaliar seu estado com mais segurança."Depois de comparar as tomografias de crânio realizadas hoje e ontem, Niemeyer mostrou-se bastante otimista. "É a melhor tomografia desde que ele chegou ao hospital", afirmou. "A parte neurológica vai muito bem e não há nenhuma ameaça iminente." Ele, entretanto, não quis falar em melhora. "Podemos dizer que a tomografia está melhor", explicou. Os médicos acreditam que o músico deve começar a dar sinais de saída do coma nos próximos dias. "Não vai ser imediato, mas, suspendendo a medicação, progressivamente ele vai começar a superficializar", explicou Niemeyer. O pai de Herbert Vianna, brigadeiro Hermano Vianna, agradeceu o apoio que vem recebendo dos fãs. "Estou com muita esperança, tenho que ter esperanças", afirmou, muito emocionado, pouco antes de deixar o hospital para acompanhar a missa de sétimo dia de Lucy Vianna - realizada antecipadamente hoje porque os pais da jornalista retornam à Inglaterra este fim de semana. Na noite de quinta-feira, os pais de Lucy estiveram no hospital. O cantor e compositor Caetano Veloso também foi ao Copa D.O presidente do Flamengo, Edmundo Santos Silva, enviou ao hospital uma imagem de São Judas Tadeu, padroeiro do time e das causas impossíveis, acompanhada de uma carta de solidariedade ao músico. Na carta, o presidente do clube diz que espera receber o santo de volta pelas mãos do próprio músico, flamenguista doente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.