REUTERS/Pilar Olivares
REUTERS/Pilar Olivares

Espetáculo circense chic de Katy Perry encerra o Rock in Rio 2015

Estrela do pop foi a última a tocar no dia mais eclético desta edição do festival

Guilherme Sobota, O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2015 | 02h14

O show de Katy Perry é um espetáculo visual tão frenético que suas músicas acabam ofuscadas pela luzes, nuvens de fumaça, dançarinos fantasiados de cavalos e suas milhares de roupas coloridas e brilhantes.

Escalada para encerrar o Rock in Rio 2015 já na madrugada desta segunda-feira (missão que nas últimas edições esteve nas mãos mais experientes de Guns N Roses e Iron Maiden), ela fez o fãs cantarem, gritarem e dançarem, mas a apresentação é tão artificial e cheia de firulas que sobra pouco espaço para a autencidade.

Ela pula corda, aparece vestida de Cleópatra em cima de um cavalo formado por dois dançarinos, veste roupas que brilham no escuro, passa vídeos de bichinhos no telão e chama fãs ao palco.

"Eu sei que 'ti amo' é 'I love you', certo? Eu sou 'Katy', certo?", para aplausos entusiasmados. Ela chama uma 'KatyCat' - como são conhecidos seus fãs - ao palco e tenta repetir seu nome. Engraçadinha, pede para a jovem Raiane ensiná-la algumas palavras em português, leva uns beijinhos no pescoço. E é isso.

"Esse é o maior show da nossa turnê! Brasil sempre tem os maiores amantes de música do mundo, é incrível", disse Perry antes de dedicar 'Unconditionally' a "todos os brasileiros aí".

Era impressionante a quantidade de crianças de colo que lutavam contra o cansaço para ver a atual heroína do pop de longe. No gargarejo, milhares de pulseiras de patrocinadores piscavam em ritmo frenético.

Sensualíssima fora do palco, ela sabe que tem que controlar as coisas para a plateia teenager que alimenta. Ensaia uns movimentos em 'Kissed a Girl', sua música mais interessante, e quando volta vestida de gatinha as coisas já estão normais.

Comparado com a explosão dance de Rihanna no dia anterior, a apresentação de Katy Perry é um apanhado de brincadeiras inocentes. 

Tudo o que sabemos sobre:
Rock in Rio 2015

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.