Especialistas tentam recuperar música faraônica, no Cairo

A Universidade de Helwan, no Cairo, realizará, nos dias 18 e 19, uma conferência internacional para recuperar a música faraônica, além de promover seu estudo e o dos instrumentos com os quais era interpretada. A agência de notícias egípcia Mena afirmou nesta quinta-feira, 1, que os colóquios terão a participação de 46 especialistas de diferentes países. Khairat al-Malt, secretário-geral do evento, insistiu na prioridade de recuperar a música faraônica e a dança dessa civilização, por isso encorajou os especialistas a estudar esse assunto. A conferência analisará a música na sociedade egípcia através dos tempos, os costumes e tradições egípcias, a música e o comportamento egípcios, além da arqueologia musical e de suas ferramentas. Também haverá conferências sobre o papel da dança na vida diária no Egito faraônico, sua influência na música contemporânea egípcia ou sua importância nos antigos ritos religiosos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.