'Escrever canções é um refúgio', revela Carla Bruni

Em entrevista, primeira-dama francesa comenta sobre CD 'Comme si de rien n'était', lançado recentemente

Ansa,

22 de julho de 2008 | 11h26

A primeira-dama francesa Carla Bruni Sarkozy disse, em entrevista à revista italiana Diva e Donna, que escrever canções "foi um refúgio para que eu não arruinasse tudo aquilo que eu estava sentindo".   Veja também:  Após vazar na imprensa, disco de Carla Bruni é antecipado  Carla Bruni lamenta não estar grávida de Sarkozy  Primeira-dama francesa lança novo álbum na Web  Ouça canção 'Quelqu'un m'a dit', de Carla Bruni, no YouTube    "Gravei o meu disco quando pensava que estivesse em uma lua-de-mel mas, na realidade, não houve lua-de-mel nenhuma", conta a cantora italiana naturalizada francesa, que lançou recentemente o seu terceiro álbum Comme si de rien n'était.   "Os eventos externos fizeram com que esse disco representasse um momento de completa felicidade, liberdade e também algo muito próximo a um espaço protegido, onde posso ser exatamente como sou", continuou a mulher do presidente Nicolas Sarkozy.   Ao ser questionada sobre a sua beleza, Carla foi modesta. "Bonita, eu? Me considero absolutamente normal", desconversou.

Tudo o que sabemos sobre:
Carla BruniNicolas Sarkozy

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.