Eric Clapton lança tributo a Robert Johnson

Sempre que sentia perder o rumo de sua carreira, e não foram poucas vezes, o guitarrista Eric Clapton costumava recorrer ao blues do pioneiro Robert Johnson, o enigmático e lendário músico do Mississippi, que deixou apenas uma dúzia de músicas gravadas, nos anos 30, e morreu aos 27 anos. "Ele se tornou um farol para mim", diz Clapton, também uma lenda, para além do blues. E assim Clapton decidiu homenageá-lo com o álbum Me and Mr. Johnson, que chega às lojas na próxima semana.Clapton lembra ter ouvido Robert Johnson pela primeira vez quando tinha 15 anos - hoje tem 59. "Eu não sabia bem o que fazer com aquilo", diz, sobre o álbum King of the Delta Blues. Agora sabe. Regravou pérolas como Travelin´ Riverside Blues, Stop Breakin´ Down Blues, Love in Vain, entre outras, orientando a banda a interpretá-las como se estivesse em um bar, tocando músicas triviais. Normalmente, uma proposta como esta teria poucas chances de convencer uma gravadora. Mas a história de Clapton com o blues é antiga, e seus fãs respondem bem às suas investidas no gênero, do que é prova o hit From the Cradle, de 1994.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.