"Ensaio", primeiro DVD de Elis Regina

A gravadora Trama lançou esta semana em parceria com a TV Cultura e a TeleImage o DVD Ensaio - Elis Regina. Trabalho minucioso de recuperação de imagem e áudio, o DVD, que sai com 100 mil cópias, é o registro da histórica participação de Elis no programa da Cultura. Produzido e dirigido por Fernando Faro, o programa estreou em 1969 e ainda está no ar. Misto de musical e entrevista, programa capta imagens em close up dos artistas, sob pouca luz. Às vezes é aflitivo, mas no caso Elis, em preto-e-branco, os detalhes condizem com a espontaneidade do canto e da fala. O DVD de Elis é o primeiro de uma série de dez programas Ensaio que a Trama vai produzir com a TeleImage, empresa especializada em restauração de imagens. Entre os 20 nomes cotados para os próximos nove lançamentos estão Tom, Toquinho e Vinicius, Caymmi, Nara Leão, Baden Powell, Caetano, Paulinho da Viola, Pixinguinha e Gal. "Todos são importantes, mas escolhemos Elis não só pela importância, mas pela força comercial do produto. Outros já têm DVDs lançados e ela, uma cantora que morreu há 22 anos, nunca teve nenhum", diz João Marcello Bôscoli, filho de Elis e um dos sócios da Trama.Além de grandes canções de compositores com quem mais tinha afinidade - como Gilberto Gil, Baden Powell, Edu Lobo, Milton Nascimento e Tom Jobim -, o programa traz declarações reveladoras de sua personalidade, intransigente no melhor sentido. Elis teve a carreira marcada por dois arrependimentos célebres. Um deles foi ter sido obrigada a se lançar em disco como concorrente de Celly Campello (1942-2003), com apenas 16 anos de idade, por força de um contrato com a gravadora Continental. O outro foi não ter revelado Chico Buarque, quando o tinha à mão com exclusividade. Esses dois episódios estão entre as curiosidades do DVD. Elis é tocante quando lembra da família, quando aponta afinidades entre ela e os compositores que grava, quando lamenta o comportamento da sociedade da qual parece não gostar de pertencer - atitudes que indicam a indissociabilidade entre pessoa e artista. "As coisas estão tão esquisitas que hoje em dia a gente, incrível, anda ressabiada de dizer que gosta das pessoas. Então a gente inventa coisas, inventa que é tímido e não encontra jeito de dizer. A gente inventa que está ocupado e um dia vai ter tempo de sentar e conversar. Aí de repente que você se toca que não tem mais nada para ser feito. É tarde paca."No show, Elis cantou acompanhada de um trio formado por Luisão (baixo), Paulinho Braga (bateria) e César Camargo Mariano (piano). Mariano, com quem viria a se casar, era então seu namorado e foi o produtor que transformou sua carreira desde o disco Elis, de 1972, até o último. AS MÚSICAS DO DVD1. Doente, Morena 2. Ladeira da Preguiça 3. Boa Noite, Amor 4. Preciso Aprender a Ser Só 5. Upa, Neguinho 6. Formosa 7. Estrada do Sol 8. Vou Deitar e Rolar/Aviso aos Navegantes 9. 20 Anos Blues 10. Atrás da Porta 11. Canção do Sol 12. Cais 13. É Com Esse Que Eu Vou 14. General da Banda 15. Águas de Março 16. Meio-de-Campo 17. Folhas Secas

Agencia Estado,

11 de novembro de 2004 | 16h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.