Empresário brasileiro processa a banda U2

Os músicos da banda U2 Bono Vox e Larry Mullen Jr estão sendo processados por calúnia, injúria e difamação pelo empresário brasileiro Franco Bruni, que produziu o show da banda em sua visita ao Brasil, em janeiro de 1998, com a turnê de Pop. Os músicos do grupo teriam declarado que Bruni nunca havia produzido um show, que já teria passado para trás outros artistas e que não teria pago uma boa parte do cachê calculado em US$ 8 milhões.A entrada no processo será feita hoje, no Fórum Criminal do Rio de Janeiro. Bruni estuda também uma ação indenizatória que será baseada no custo total da tour no Brasil: mais de U$ 15 milhões. "A minha preocupação é recuperar a minha honra e dignidade. Primeiramente, eu tentei resolver com eles, mas não houve nenhum tipo de conversa. Por isso recorri à Justiça", explica Bruni.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.