Reprodução
Reprodução

Emissora anuncia documentário sobre a relação de Jackson e Murray

'Michael Jackson and the Doctor' foi gravado entre setembro de 2009 e os últimos momentos do julgamento do médico; filme vai ao ar nesta sexta-feira pela MSNBC

REUTERS

08 de novembro de 2011 | 18h00

LOS ANGELES (Reuters) - O médico Conrad Murray aparecerá num revelador documentário sobre a morte de Michael Jackson, que será exibido na TV dos EUA na sexta-feira, informou a emissora MSNBC nesta terça-feira, um dia depois de o médico ser condenado por homicídio culposo.

"Michael Jackson and the Doctor" ("Michael Jackson e o médico"), com 50 minutos de duração, explora a relação do cantor, morto em 2009, com o seu médico pessoal.

O programa foi gravado antes da condenação de Murray, de 58 anos, que pode ser condenado a até quatro anos de prisão por causa da negligência com que administrou o anestésico propofol ao artista, contribuindo com a sua morte, conforme a conclusão do júri nesta semana.

Em um trecho divulgado pelo site TMZ.com, Murray diz que Jackson estava "andando por aí com os pés doloridos, sendo dançarino, calos inacreditáveis, então eu trouxe os especialistas adequados".

O documentário foi gravado pelas produtoras October Films e what's it all about? productions, e distribuído pela britânica Zodiak Rights.

Eles firmaram um acordo de exclusividade para ter acesso a Murray em novembro de 2009, cerca de quatro meses depois da morte de Jackson. Os realizadores gravaram imagens do médico ao longo de dois anos, incluindo as seis semanas de julgamento.

O filme também será exibido na quinta-feira na Austrália e ao longo da semana na Grã-Bretanha, segundo a Zodiak.

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICAJACKSONMEDICO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.