Eminem provoca protesto gay no Grammy

Eminem vai ser o motivo de um protesto do lado de fora do Staples Center, em Los Angeles, em 21 de fevereiro, cante ou não cante na cerimônia de entrega dos Grammys. A organização Gay & Lesbian Alliance Against Defamation (Glaad) anunciou que vai organizar a demonstração para protestar contra "as letras cheias de ódio" do rapper, que concorre a quatro prêmios na noite. Desde maio de 2000, quando o álbum The Marshall Mathers LP foi lançado, a organização critica o músico por sua mensagem homofóbica. O rapper, por sua vez, não sabe ainda se vai comparecer ou não à cerimônia de entrega dos prêmios. A produção do Grammy, por sua vez, ainda não decidiu se quer que o pop star polêmico cante durante a festa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.